sicnot

Perfil

Mundo

Tufão mata uma pessoa e fere 60 no Japão

​O tufão Mindulle, o nono da temporada na Ásia, provocou pelo menos um morto e 60 feridos à sua passagem pelo leste do Japão, segundo um balanço divulgado hoje pela televisão pública NHK.

Catalogado inicialmente como "forte", o Mindulle chegou na manhã de segunda-feira ao sudeste do Japão, golpeando a capital, Tóquio, e zonas próximas, com ventos de até 180 quilómetros por hora, chuvas intensas, inundações e deslizamentos de terra, paralisando ligações aéreas e ferroviárias.

Hokkaido encontra-se hoje sob alerta meteorológico devido à chegada do tufão que rumou ao nordeste do arquipélago e alcançou a ilha pelas 06:00 (21:00 de segunda-feira em Lisboa).

A Agência Meteorológica do Japão reviu em baixa a categoria do tufão para tempestade subtropical forte, mas alertou para o risco de ocorrência de chuvas torrenciais, inundações, deslizamentos de terra e forte ondulação no norte do vasto arquipélago japonês.

O Mindulle foi o primeiro tufão nos últimos 11 anos a entrar diretamente em território japonês através da região central de Kanto, onde passou por parte da prefeitura de Chiba (adjacente à Área Metropolitana de Tóquio).

Nas oito prefeituras afetadas, incluindo a da capital, foram registadas inundações e deslizamentos de terra, tendo as autoridades da região aconselhado mais de meio milhão de pessoas a abandonarem as suas casas como medida de precaução.

Além de ter causado uma vítima mortal, uma mulher de 58 anos, o tufão provocou seis dezenas de feridos e afetou severamente os transportes na segunda-feira, com mais de 500 voos cancelados, a maioria no aeroporto de Haneda (Tóquio), afetando aproximadamente 73 mil passageiros.

Inúmeras ligações ferroviárias foram anuladas ou sofreram atrasos no centro, leste e nordeste do país, incluindo os comboios de alta velocidade 'shinkansen', assim como os serviços de transporte marítimo.

O Mindulle suscitou receios na região de Fukushima, onde se localiza a central nuclear devastada pelo sismo seguido de tsunami de março de 2011, dado que os níveis de radioatividade nas fossas aumentaram, de acordo com um comunicado da operadora da unidade, a Tokyo Electric Power (Tepco).

A Ásia é sacudida anualmente por entre 20 a 30 tufões, a maior dos quais no Japão.

Lusa

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira