sicnot

Perfil

Mundo

Exército turco lança ofensiva para expulsar Estado Islâmico de cidade fronteiriça

Reuters

O exército da Turquia e as forças da coligação internacional lançaram hoje uma operação que visa expulsar os extremistas do grupo Estado Islâmico (EI) da cidade síria de Jarablos, perto da fronteira turca.

"As Forças Armadas da Turquia e a Coligação Internacional de Forças Aéreas lançaram uma operação militar com o objetivo de 'limpar' o distrito de Jarablos, na província de Aleppo, da organização terrorista Daesh" (acrónimo árabe do grupo extremista Estado Islâmico), refere um comunicado divulgado pelo gabinete do primeiro-ministro turco.

A operação vai acabar rapidamente, afirmou o ministro do Interior turco.

"Jarablos será rapidamente limpa de elementos do Daesh", disse Ala Efka, o primeiro responsável turco a reagir a esta operação militar.

"A Turquia não pode tolerar que o seu território possa ser ameaçado por organizações terroristas", sublinhou.

Jarablos é o último ponto de passagem controlado pelo EI na fronteira turco-síria.

O chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu, anunciou, na terça-feira, que a Turquia iria dar "todos os tipos de apoio" à operação contra o grupo 'jihadista'.

Por essa razão, Ancara ordenou a evacuação de uma localidade turca situada junto à fronteira, mesmo em frente àquela cidade síria.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52