sicnot

Perfil

Mundo

Líder da Coreia do Norte satisfeito com sucesso de disparo de míssil balístico

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, considerou um "enorme sucesso" o disparo de um míssil balístico efetuado na quarta-feira pela Coreia do Norte a partir de um submarino, noticiou a agência oficial KCNA.

Com o disparo, a Coreia do Norte "chegou à vanguarda do poder militar com capacidade de ataque nuclear", afirmou Kim Jong-un, citado pela agência noticiosa norte-coreana.

"Não sei que observações ridículas os Estados Unidos e os seus seguidores vão fazer sobre o teste, mas posso dizer-lhes que os seus atos imprudentes só vão precipitar a sua destruição", salientou Kim Jong-un.

A agência de notícias sul-coreana Yonhap informou, na terça-feira à noite, que o regime de Pyongyang tinha disparado um míssil balístico, a partir de um submarino, que conseguiu percorrer cerca de 500 quilómetros em direção do Japão.

Para os especialistas, tal manobra representa um claro avanço dos programas balísticos norte-coreanos.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, afirmou que o míssil balístico norte-coreano tinha entrado pela primeira vez na zona de identificação aérea do Japão.

As tensões na península coreana começaram a aumentar depois de a Coreia do Norte ter realizado, a 06 de janeiro, o quarto teste nuclear, seguido, em fevereiro, do lançamento de um míssil de longo alcance.

O Conselho de Segurança da ONU reagiu adotando uma resolução no início de março com sanções mais duras contra Pyongyang.

A resolução visou setores específicos da economia norte-coreana e tenta minar o uso pela Coreia do Norte do sistema de transportes internacionais.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC