sicnot

Perfil

Mundo

Padre de Amatrice emociona-se ao falar do sismo e pede coragem

Padre de Amatrice emociona-se ao falar do sismo e pede coragem

Numa declaração emocionada, o padre de Amatrice, uma das localidades afetadas pelo sismo, fala numa tragédia enorme.

  • SIsmo de 6,2 na escala de Richter foi seguido de várias réplicas
    1:39

    New Articles

    O abalo registou-se a sudeste de Norcia, cidade da província de Perugia, teve o epicentro a dez quilómetros de profundidade, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica mundial. Foi também sentido em Roma, a aproximadamente 150 quilómetros de distância, e seguido de diversas réplicas.

  • Proteção Civil italiana não avança com número de vítimas
    0:37

    New Articles

    O chefe da Proteção Civil italiana, Fabrizio Curcio, não quer avançar para já com um balanço oficial, considerando precoce, dado que estão em curso as operações de salvamento. O chefe da Proteção Civil compara este terramoto, que foi registado à superfície com o sismo de magnitude 6,3 que causou, em 2009, mais de 300 mortos e devastou a região de Abruzos, perto de Aquila. Segundo o autarca de Amarice, uma das localidades mais afetada pelo tremor de terra, Sergio Pirozzi, "metade da cidade desapareceu". Accumoli, outra localidade afetada pelo sismo tem aproximadamente 700 habitantes, enquanto Amatrice cerca de 2.000.

  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite