sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos um morto e mais de 30 feridos em atentado na Tailândia

© Surapan Boonthamon / Reuters

Pelo menos uma pessoa morreu e mais de 30 outras ficaram feridas, incluindo algumas com gravidade na sequência de um atentado, perpetrado com uma viatura armadilhada, no extremo sul da Tailândia, anunciou hoje a polícia.

"Até ao momento, temos registo de um morto e mais de 30 feridos", disse o major-general Thanongsak Wangsupa, comandante da polícia da província de Pattani, à agência AFP.

A explosão ocorreu na noite de terça-feira no exterior de um hotel, que ficou "significativamente danificado", localizado nos subúrbios de Pattani, uma das três províncias do sul de maioria muçulmana a braços com 12 anos de insurgência.

Receios de que a insurgência do sul do país se tenha alastrado, depois de anos de impasse nas conversações de paz, surgiram após a ocorrência, no início do mês, de uma série de pequenas explosões coordenadas em cidades turísticas mais a norte.

Um funcionário do hospital da cidade indicou que 32 pessoas ficaram feridas no atentado de terça-feira, cinco das quais com gravidade.

Todos são tailandeses, segundo a mesma fonte, que falou sob a condição de anonimato, citada pela agência noticiosa francesa.

Os atentados com recurso a armas ligeiras, homicídios e atentados à bomba nas três províncias muçulmanas de Pattani, Narathiwat e Yala ocorrem a um ritmo quase diário, apesar do destacamento de 40 mil efetivos das forças de segurança e vigência do estado de exceção.

Mais de 6.500 pessoas - a maioria civis - morreram no sul da Tailândia desde que o movimento separatista muçulmano retomou a luta armada em 2004.

Os insurgentes denunciam a discriminação da maioria budista no país e exigem a criação de um Estado islâmico que integre as três províncias que formavam o antigo sultanato de Pattani, anexado pela Tailândia há um século.

Lusa

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.