sicnot

Perfil

Mundo

Ataque à Universidade Americana de Cabul faz 12 mortos

Ataque à Universidade Americana de Cabul faz 12 mortos

O ataque lançado, na quarta-feira, por um grupo de presumíveis rebeldes à Universidade Americana do Afeganistão, em Cabul, terminou, esta madrugada, com 12 mortos, incluindo dos três atacantes.

O mesmo responsável relatou que o suicida fez embater a sua viatura, carregada de explosivos, contra a barreira da Universidade Americana, abrindo caminho para que os outros dois supostos rebeldes entrassem no recinto onde se encontravam aproximadamente 750 estudantes e professores.

"Queriam matar os estudantes", disse, indicando que todos os feridos, incluindo nove polícias, foram transportados para o hospital e estão fora de perigo.

Segundo Abdul Rahman Rahimi, dois seguranças da universidade e três polícias morreram no ataque. Outra pessoa, que trabalhava como segurança de um instituto contíguo, morreu na sequência do colapso do muro dessa instituição provocado pela explosão do carro-bomba.

A autoria do ataque não foi ainda reivindicada.

Este ataque acontece depois de, no início deste mês, um grupo de homens armados e não identificados ter sequestrado, em Cabul, dois professores -- um norte-americano e outro australiano -- que trabalham na Universidade Americana do Afeganistão.

O sequestro ocorreu a 07 de agosto perto do estabelecimento privado de ensino superior, quando os professores seguiam num veículo da universidade de regresso a casa.

A universidade iniciou a sua atividade na capital afegã em 2006 e tem, atualmente, mais de 1.700 alunos, de acordo com a sua página na Internet.

O Afeganistão vive um período de aumento da violência que fez elevar, este ano, as vítimas civis para números recorde desde que começaram a ser contabilizadas, em 2009.

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.