sicnot

Perfil

Mundo

Francês que esfaqueou britânicos na Austrália sem ligação a grupos terroristas

As autoridades australianas dizem que não há evidências de radicalização no caso do francês que matou uma britânica em Townsville, no nordeste da Austrália.

A polícia acredita que o homem que gritou "Deus é Grande" durante o ataque não agiu sob influência de qualquer tipo de radicalização.

Na passada terça-feira, duas pessoas foram esfaqueadas, uma acabou por morrer e a outra está internada em estado grave. Ambos são cidadãos britânicos.

De acordo com as autoridades, o atacante é um turista de nacionalidade francesa com autorização legal para estar na Austrália.

  • Peritos mundiais debatem doenças neurodegenerativas em Lisboa
    3:04

    País

    Especialistas de mais de 20 países na área das doenças neurodegenerativas estão reunidos esta semana na Fundação Champalimaud, em Lisboa. A cimeira, realizada em parceria com a Fundação Rainha Sofia, de Espanha, é dedicada aos progressos na investigação e nos cuidados de saúde em doenças como o Alzheimer. As demências efetam 50 milhões de pessoas em todo o mundo, número que deverá triplicar em 2050.

  • "O Benfica é atacado e não há ninguém que fale e que dê a cara?"
    6:05
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    Depois do artigo publicado no blog "Geração Benfica", Rui Gomes da Silva reiterou esta segunda-feira, em O Dia Seguinte da SIC Notícias, algumas das críticas à estrutura do clube. O antigo vice-presidente do Benfica defendeu Luís Filipe Vieira, Rui Vitória e Nuno Gomes. E acusou novamente Rui Costa de passividade e os vice-presidentes de não darem a cara. 

  • Governo aconselha pais a fazerem queixa de manuais em mau estado
    2:31