sicnot

Perfil

Mundo

Francês que esfaqueou britânicos na Austrália sem ligação a grupos terroristas

As autoridades australianas dizem que não há evidências de radicalização no caso do francês que matou uma britânica em Townsville, no nordeste da Austrália.

A polícia acredita que o homem que gritou "Deus é Grande" durante o ataque não agiu sob influência de qualquer tipo de radicalização.

Na passada terça-feira, duas pessoas foram esfaqueadas, uma acabou por morrer e a outra está internada em estado grave. Ambos são cidadãos britânicos.

De acordo com as autoridades, o atacante é um turista de nacionalidade francesa com autorização legal para estar na Austrália.

  • Tudo isto circula na internet. Nada disto é verdade
    3:12
  • Peso dos salários na economia diminuiu
    2:34

    Economia

    Portugal é dos países onde o peso dos salários na economia mais diminuiu. Ou seja, os salários portugueses foram dos mais encolheram com a crise. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho que sublinha as implicações negativas ao nível social e económico.

  • Inaugurado Ikea de Loulé
    3:51

    Economia

    Centenas de pessoas aguardavam à porta do Ikea de Loulé para a inauguração da nova loja no Algarve, uma semana depois do acidente que matou uma trabalhadora. A cerimónia decorreu de forma sóbria, ainda que com alguma pompa e circunstância.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.

  • Juncker reprova com ironia apoio de Trump

    Brexit

    O Presidente da Comissão Europeia disse hoje com ironia que promoverá a independência do Ohio ou de Austin, no Texas, em relação aos Estados Unidos se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o Brexit.