sicnot

Perfil

Mundo

Navios militares do Irão fazem aproximação "perigosa" a contratorpedeiro dos EUA

Quatro navios militares iranianos aproximaram-se de um contratorpedeiro dos Estados Unidos com as armas a descoberto no Estreito de Ormuz, num encontro "perigoso e pouco profissional", disse um elemento da Defesa norte-americana.

O contratorpedeiro disparou tiros de advertência, apitou e tentou, sem sucesso, entrar em contacto com os navios iranianos, disse o funcionário, que pediu para não ser identificado.

O encontro ocorreu em águas internacionais do Estreito de Ormuz, importante rota comercial do tráfego internacional no sul do Irão e no norte dos Emirados Árabes Unidos.

Segundo o jornal militar norte-americano Stars and Stripes, o contratorpedeiro, que pode disparar mísseis balísticos, teve de mudar de direção para evitar uma colisão, mas a sua operação foi limitada devido às plataformas de petróleo.

A mesma fonte explicou que os navios iranianos aproximaram-se a 300 metros do contratorpedeiro antes de abandonarem o local.

Em janeiro, a Marinha iraniana capturou dez marinheiros norte-americanos que entraram em águas do Irão quando faziam uma patrulha em duas embarcações.

Os marinheiros foram libertados em 24 horas.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira