sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 11 crianças mortas em ataques do regime a Alepo

© Abdalrhman Ismail / Reuters

Pelo menos 11 crianças e quatro mulheres foram mortas esta quinta-feira por barris de explosivos lançados por helicópteros do regime sírio sobre um bairro rebelde do sul de Alepo, indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Onze crianças e quatro mulheres perderam a vida devido à queda de barris de explosivos sobre casas de habitação em Bab al-Nayrab", no sul da cidade.

"Duas mulheres e seis crianças eram da mesma família", acrescentou a organização não-governamental.

Mais oito civis, entre os quais duas crianças, foram mortos em bombardeamentos rebeldes sobre bairros controlados pelas autoridades sírias, segundo a mesma fonte.

De acordo com o OSDH, os explosivos atingiram os bairros de Saladino, Al-Zahra, Al-Suleimaniya e Al-Yabriya, entre outros.

O observatório sublinhou ainda que há dezenas de feridos e que o número de vítimas mortais pode aumentar porque há, entre eles, casos graves.

O exército do Presidente sírio, Bashar al-Assad, costuma utilizar este tipo de armamento mortífero e pouco preciso sobre áreas povoadas por civis.

Antiga capital económica da Síria, Alepo está dividida em duas desde julho de 2012, com bairros rebeldes do lado leste e bairros controlados pelo regime no lado ocidental.

Nas últimas semanas, a cidade tem sido palco de combates e bombardeamentos entre as forças leais ao regime e os grupos armados da oposição, que se intensificaram perante a tentativa de ambos os lados de cercar as zonas da cidade nas mãos dos adversários.

Quase 1.400 pessoas morreram e mais de 8.000 ficaram feridas desde o passado dia 22 de abril em Alepo, segundo dados do OSDH.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.