sicnot

Perfil

Mundo

ONU diz que dificuldade em aceder a zonas sitiadas na Síria é "totalmente inaceitável"

A ONU considerou esta sexta-feira ser "totalmente inaceitável" a dificuldade em aceder às zonas sitiadas na Síria para levar ajuda, assinalando que em agosto apenas uma coluna completa pode ser encaminhada para os que dela necessitavam.

"O nível de acesso às zonas sitiadas este mês é totalmente inaceitável", sublinhou num comunicado o Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA), congratulando-se, no entanto, pelo facto de alimentos e medicamentos terem conseguido chegar esta semana a Al-Waer, na região de Homs (centro).

Esta caravana humanitária foi "a única completa" a chegar a uma zona cercada em agosto, adiantou o OCHA.

A distribuição de ajuda em Al-Waer, iniciada na terça-feira e que terminou na quinta-feira, beneficiou 75.000 pessoas, precisou a ONU.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, acusou nas últimas semanas as diferentes partes do conflito de bloquearem o acesso aos civis que precisam de ajuda, sobretudo ao regime de Bashar al-Assad cujas forças cercam a maioria das 18 zonas sitiadas.

Mistura participou esta sexta-feira numa reunião entre o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, em Genebra, para analisar a situação na Síria e as possibilidades de retomar as negociações de paz.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.