sicnot

Perfil

Mundo

Detidos três antigos diplomatas turcos por envolvimento no golpe de Estado

​Um tribunal de Ancara decretou hoje a prisão preventiva para três antigos diplomatas turcos por alegado envolvimento no golpe de Estado falhado de 15 de julho, entre eles um antigo conselheiro do ex-presidente Abdullah Gul, disse a agência Anadolu.

Um tribunal de Ancara decretou hoje a prisão preventiva para três antigos diplomatas turcos por alegado envolvimento no golpe de Estado falhado de 15 de julho, entre eles um antigo conselheiro do ex-presidente Abdullah Gul, disse a agência Anadolu.

Gurcan Balik, Ali Findik e Tuncay Babali são suspeitos de terem ligações com Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos e acusado de ter orquestrado o golpe de Estado, precisou a agência estatal.

Balik é uma figura proeminente e foi o conselheiro para a política externa de Gul, presidente de 2007 a 2014, ano em que entregou o cargo a Recep Tayyip Erdogan.

Trabalhou também como conselheiro do antigo primeiro-ministro Ahmet Davutoglu.

A detenção de Balik é significativa porque é a primeira vez que uma figura ligada à liderança política foi implicada naquele golpe.

Lusa

  • Racionamento da água é medida de último recurso
    2:35
  • "Estamos Vivos": o processo de reabilitação depois dos incêndios
    1:22