sicnot

Perfil

Mundo

Detidos três antigos diplomatas turcos por envolvimento no golpe de Estado

​Um tribunal de Ancara decretou hoje a prisão preventiva para três antigos diplomatas turcos por alegado envolvimento no golpe de Estado falhado de 15 de julho, entre eles um antigo conselheiro do ex-presidente Abdullah Gul, disse a agência Anadolu.

Um tribunal de Ancara decretou hoje a prisão preventiva para três antigos diplomatas turcos por alegado envolvimento no golpe de Estado falhado de 15 de julho, entre eles um antigo conselheiro do ex-presidente Abdullah Gul, disse a agência Anadolu.

Gurcan Balik, Ali Findik e Tuncay Babali são suspeitos de terem ligações com Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos e acusado de ter orquestrado o golpe de Estado, precisou a agência estatal.

Balik é uma figura proeminente e foi o conselheiro para a política externa de Gul, presidente de 2007 a 2014, ano em que entregou o cargo a Recep Tayyip Erdogan.

Trabalhou também como conselheiro do antigo primeiro-ministro Ahmet Davutoglu.

A detenção de Balik é significativa porque é a primeira vez que uma figura ligada à liderança política foi implicada naquele golpe.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.