sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 15 civis mortos num bairro rebelde de Alepo

​Pelo menos 15 civis foram mortos e várias pessoas ficaram feridas por dois barris de explosivos lançados hoje pelo regime sírio num bairro rebelde da cidade de Alepo, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Os barris foram lançados com alguns minutos de intervalo no bairro al-Maadi, perto de uma tenda onde familiares de pessoas que morreram em ataques suicidas esta semana, no bairro vizinho de Bab al-Nayrab, estavam a receber condolências, disse à Agência France Presse (AFP) Rami Abdel Rahmane, diretor do Observatório, sediado na Grã-Bretanha.

"Houve um primeiro barril e quando as pessoas se juntaram e as ambulâncias chegaram, caiu um segundo barril tendo feito mais mortos e destruído completamente uma ambulância", relatou o correspondente da AFP na parte rebelde de Alepo, citando voluntários da proteção civil.

A agência de informação local Shahba, que refere que o ataque fez 23 mortos, publicou fotografias entre as quais uma que mostra o corpo de um homem coberto de poeira, deitado numa maca de uma ambulância. Outra foto apresenta o corpo desmembrado e ensanguentado de um homem junto ao que parece ser a carcaça de uma mota.

Segundo o OSDH e o jornalista da AFP, as pessoas estavam a receber condolências pelos 15 civis, entre os quais 11 crianças, mortos na quinta-feira por barris de explosivos lançados por helicópteros do regime de Bab al-Nayrab.

Antiga capital económica do pais, Alepo está dividida em duas desde julho de 2012, com os bairros rebeldes a leste e a oeste a zona dominada pelo regime de Bab al-Nayrab.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.