sicnot

Perfil

Mundo

Talibãs conquistaram distrito afegão na fronteira com o Paquistão

​Os talibãs conquistaram hoje, pela primeira vez, um distrito na estratégica província oriental afegã de Paktika, na fronteira com o Paquistão, depois de uma ofensiva que culminou com a tomada do quartel-general da administração da região.

As autoridades afegãs deram por perdido o controlo do distrito de Jani Khel depois de "fortes confrontos" entre as forças de segurança e os rebeldes", disse à Efe o porta-voz do governador provincial, Naqibullah Atal.

"Infelizmente, o distrito de Jani Khel caiu em mãos de rebeles talibãs (...) estamos a encetar todos os esforços para o reconquistar", assegurou o porta-voz.

Segundo explicou Atal, nos últimos confrontos morreram pelo menos cinco polícias e outros tantos ficaram feridos.

O responsável adiantou que também foram registadas baixas entre os insurgentes, sem adiantar números.

O porta-voz dos talibãs, Zabihulla Mujahid, anunciou a conquista do distrito através do Twitter e revelou que mataram "dezenas" de membros das forças de segurança.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.