sicnot

Perfil

Mundo

Turquia autoriza uso de véu islâmico por mulheres polícia de uniforme

​A Turquia autorizou pela primeira vez as mulheres polícia a colocarem o véu islâmico, quando estão a usar uniforme, com base numa decisão da justiça, hoje publicada.

As mulheres que trabalham na polícia "poderão ter a cabeça coberta" debaixo do boné ou boina, desde que o véu "seja da mesma cor que o uniforme e não tenha qualquer tema", precisa a decisão que é divulgada na publicação oficial.

O presidente turco, o conservador islamita Recep Tayyip Erdogan, no poder desde 2003, é frequentemente criticado pelo seu autoritarismo.

O seu governo autorizou o uso do véu nas universidades e no parlamento e, nos últimos dois anos, na função pública e nos liceus, contra os defensores da República laica fundada em 1923 por Mustafa Kemal Atatürk.

Os meios de comunicação pró governamentais salientam que vários Estados ocidentais, como a Escócia ou o Canadá, já permitem às polícias usar véu.

Em França, por exemplo, o uso de véu ou do burquíni, um fato de banho para mulheres muçulmanas que tapa todo o corpo exceto a face, as mãos e os pés, tem sido alvo de várias polémicas, com algumas autarquias a decidir a proibição do segundo, depois de conflitos entre grupos nas praias.

Na sexta-feira, a justiça francesa suspendeu aquela proibição, depois de várias queixas de grupos de direitos civis e queixas individuais.

O Conselho de Estado decidiu que as autoridades locais francesas apenas poderão restringir as liberdades individuais se houver um "risco comprovado" para a ordem pública.

Mas, vários autarcas do sudeste de França, incluindo Nice e Frejus, já anunciaram que vão manter a proibição do burquíni, apesar da decisão judicial.

O presidente da Câmara de Nice garantiu que "vai continuar a multar" as mulheres que usam o burquíni, uma intenção também transmitida pelo autarca da câmara de extrema-direita de Frejus e pelo vereador socialista de Sisco, na ilha de Córsega.

Pelo menos 30 municípios franceses proibiram recentemente o acesso a praias públicas de "qualquer pessoa que não esteja devidamente vestida, respeite o moralismo e o secularismo e as regras de higiene e segurança da natação".

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52