sicnot

Perfil

Mundo

Vulcão indonésio Sinabung expele coluna de fumo e cinzas até 3 quilómetros de altura

O vulcão Sinabung, um dos mais ativos da ilha indonésia de Samatra, expeliu fumo e cinzas até mais de três quilómetros de distância da cratera, levando o exército a preparar uma eventual evacuação das aldeias próximas, informam hoje os 'media' locais.

As autoridades encerraram o acesso das duas principais vias à zona, catalogada como vermelha devido ao perigo, e poderão iniciar a evacuação de pelo menos cinco povoações que ficam no sopé do monte.

"Vamos continuar a lembrar e retirar as pessoas que estejam dentro da zona vermelha", disse o comandante da estação do Monte Sinabung, Agustatius Sitepu, ao portal de notícias Tempo.

O Sinabung despertou pela primeira vez em agosto de 2010 depois de ter passado 400 anos adormecido.

Desde setembro de 2013 tem mostrado uma atividade incessante.

Anteriores erupções vulcânicas provocaram problemas no tráfego aéreo da região e causaram vítimas mortais.

Em maio último, pelo menos sete pessoas morreram, enquanto em fevereiro foram contabilizadas 16 vítimas mortais devido a uma forte erupção que obrigou à retirada de 14 mil pessoas.

A Indonésia assenta sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, albergando mais de 400 vulcões, dos quais pelo menos 129 continuam ativos e 65 são qualificados como perigosos, incluindo o Sinabung.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.