sicnot

Perfil

Mundo

Rajoy vai perguntar a Sánchez se quer novas eleições

O presidente do governo espanhol em funções, Mariano Rajoy, irá questionar, na segunda-feira, o líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, sobre se este quer novas eleições.

O Partido Popular (PP) e o Cidadanos chegaram hoje a um acordo que viabiliza a investidura de Mariano Rajoy na chefia do governo.

O líder do PP, Mariano Rajoy, que falava aos jornalistas após a assinatura do acordo entre o PP e o Cidadanos, explicou que transmitirá a Pedro Sánchez o mesmo que tem dito desde as eleições de 20 de dezembro, ainda que agora conte com 170 assentos fruto dos acordos com o partido de Alberto Rivera e da Coalición Canaria.

"Alguns já fizemos a nossa parte", acrescentou antes de referir que confrontará diretamente Sánchez com a pergunta: "Quer que voltemos a repetir as eleições?".

Reiterando que não deseja repetição de eleições, poque seria "um disparate", Rajoy acrescentou que dirá ainda ao líder socialista que o PP conta com mais 52 assentos que o PSOE e que "é racional, democrático e de senso comum" que seja o PP a presidir ao Governo já que os espanhóis assim o ditaram.

O chefe do governo em funções acrescentou que dirá ainda a Pedro Sánchez que Espanha precisa de um governo com urgência e que a apesar de a economia esrae bem poderão começar a surgir problemas se a situação política se mantiver.

Ainda que uma aliança entre PP, Cidadanos e Coalición Canaria garanta 170 assentos dos 350 lugares, estes ficarão a seis votos da maioria absoluta necessária para passar na primeira votação marcada para quarta-feira próxima.

Na segunda votação, a realizar na próxima sexta-feira, a maioria simples é suficiente, mas será necessário que a oposição socialista se abstenha para que Mariano Rajoy ganhe.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57