sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 35 número de civis mortos em ataque turco na Síria

O número de civis mortos no ataque das forças militares turcas no norte da Síria foi atualizado para 35 pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Antes, o observatório indicara 20 civis mortos e 50 feridos nos ataques aéreo e terrestre contra Jeb el-Koussa, uma aldeia situada no sul da região síria de Jarbalos.

O ataque insere-se na operação "Escudo do Eufrates", que visa eliminar o grupo extremista Estado Islâmico (EI) e as milícias curdas na fronteira entre a Turquia e a Síria.

"Pelo menos 20 civis foram hoje mortos e 50 outros feridos por tiros de artilharia e ataques aéreos turcos em Jeb el-Koussa, uma aldeia situada no sul da região síria de Jarbalos", disse à agência France Presse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.

Por outro lado, "15 civis perderam a vida e outros 25 ficaram feridos, a maior parte com gravidade, nos bombardeamentos turcos perto da aldeia de Al-Amarné", igualmente ao sul de Jarablos, acrescentou.

Este é o ataque com maior número de mortos desde o início da operação "Escudo do Eufrades", na quarta-feira.

Segundo o OSDH, os bombardeamentos turcos concentram-se sobretudo no sul de Jarablos, o ex-feudo do EI junto à fronteira turca e a primeira localidade a cair nas mãos dos rebeldes apoiados por Ancara.

Jeb el-Koussa situa-se a 14 quilómetros a sul de Jarablos e é controlada por combatentes locais apoiados pelas forças curdas.

De acordo com o OSDH, vários combatentes foram também mortos nos bombardeamentos turcos, mas aquela Organização Não-Governamental não sabia ainda precisar quantos.

Lusa

  • Chuva deixa em alerta 12 distritos do continente

    País

    Doze distritos do continente estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de chuva, que pode ser pontualmente forte e acompanhada por trovoadas e granizo, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • A experiência de um embaixador português na Coreia do Norte
    2:58

    País

    A Coreia do Norte tem o maior orçamento militar do mundo e o seu arsenal nuclear acaba por dar-lhe acesso a uma possível cimeira com os Estados Unidos. A pobreza e o culto da personalidade foram testemunhados pelo embaixador, José Manuel de Jesus, que visitou várias vezes Pyongyang.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.