sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas russos inventam "manta blindada" para proteger civis

Cientistas russos criaram uma "manta blindada" para proteger os civis de estilhaços em zonas de conflito, anunciou esta segunda-feira a empresa NII Stali, onde foi desenvolvida a invenção.

"A manta é um conjunto leve de tecido à prova de bala dobrado de forma compacta que, em caso de perigo, pode transformar-se rapidamente numa tela protetora de grande superfície", disse um representante da empresa à agência Interfax.

Segundo a empresa, a manta pode ser usada para tapar janelas ou as próprias pessoas, protegendo-as de estilhaços que podem ser projetados a uma velocidade até 500 metros por segundo.

"A explosão de projeteis de artilharia e de granadas gera 50% a 70% de fragmentos perigosos para as pessoas", acrescentou o representante.

A "manta blindada" e outras invenções da empresa vão ser apresentadas na feira "Exército-2016", que se realiza de 6 a 11 de setembro nos arredores de Moscovo.

Lusa

  • Fogo em Setúbal dominado
    2:31

    País

    O incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal está dominado. As chamas chegaram a ameaçar as casas, o que obrigou à retirada de cerca de 500 pessoas das habitações, como medida de precaução. Também o Hotel do Sado teve de ser evacuado.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.