sicnot

Perfil

Mundo

Detidos 5 suspeitos de fogo posto em Bruxelas

© Eric Vidal / Reuters

A polícia belga deteve cinco suspeitos no âmbito da investigação à explosão ocorrida hoje no Instituto de Criminologia, nos arredores norte de Bruxelas, que fez avultados estragos mas não causou vítimas, informou a procuradoria de Bruxelas

Segundo a procuradoria, não há de momento razão para relacionar o incidente com terrorismo, sendo mais provável tratar-se de uma tentativa de destruição de provas.

"Cinco pessoas foram detidas na vizinhança (...) Estão a ser interrogadas para determinar se tiveram algum papel no incidente", disse Ine Van Wymersch, porta-voz da procuradoria de Bruxelas, numa conferência de imprensa.

"A possibilidade de se tratar de um ato terrorista não foi confirmada", afirmou Van Wymersch num comunicado distribuído aos jornalistas na ocasião.

"É possível que vários indivíduos podem ter querido destruir provas. Uma investigação está em curso e várias linhas de investigação estão a ser consideradas", lê-se também no texto.

A explosão registou-se às primeiras horas da madrugada, no Instituto de Criminologia Nacional belga, em Neder-Over-Hembeek, a norte de Bruxelas.

Van Wymersch disse que o laboratório, que recolhe e analisa provas, "não foi escolhido por acaso".

"É uma parte importante do departamento de justiça e lida com informação sensível relacionada com vários processos em curso", disse.

A porta-voz referiu que testemunhas disseram ter ouvido várias explosões, mas que as autoridades ainda não determinaram como elas foram provocadas.

A imprensa belga noticiou que um automóvel foi lançado contra os portões do edifício, provocando um incêndio que terá causado várias explosões no laboratório.

  • Explosão no Instituto de Criminologia de Bruxelas

    Mundo

    Uma bomba explodiu esta madrugada no Instituto de Criminologia de Bruxelas. De acordo com a imprensa belga, um carro passou pelas barreiras de segurança do parque do edifício e um ou mais suspeitos detonaram uma bomba. O Ministério Pública de Bruxelas anunciou que vai investigar o caso.

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.