sicnot

Perfil

Mundo

Rejeitada de novo a liberdade condicional a assassino de John Lennon

© Ho New / Reuters

O assassino de ex-Beatle John Lennon, Mark David Chapman, viu a liberdade condicional ser-lhe negada pela nona vez, disseram esta segunda-feira funcionários da prisão estatal de Nova Iorque.

"Posso confirmar que lhe foi negada. Não tenho mais detalhes", afirmou o porta-voz do estabelecimento prisional.

Há dois anos, já tinha sido negado a Mark David Chapman a liberdade condicional, porque a sua libertação não seria "compatível com o bem-estar sociedade".

John Lennon, que teria hoje 75 anos se fosse vivo, foi a morto a tiro a 08 de dezembro de 1980.

Mark David Chapman, 61 anos e que sofre de doença mental, foi condenado a prisão perpétua, mas desde 2000 tem a possibilidade de a cada dois anos pedir a concessão de liberdade condicional.

Lusa

  • Condutora que atropelou peregrinos "internada compulsivamente"

    País

    A condutora do veículo que hoje atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente. O atropelamento esta madrugada fez uma vítima mortal, um homem, e feriu cinco pessoas, uma das quais em estado grave.

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23