sicnot

Perfil

Mundo

Rejeitada de novo a liberdade condicional a assassino de John Lennon

© Ho New / Reuters

O assassino de ex-Beatle John Lennon, Mark David Chapman, viu a liberdade condicional ser-lhe negada pela nona vez, disseram esta segunda-feira funcionários da prisão estatal de Nova Iorque.

"Posso confirmar que lhe foi negada. Não tenho mais detalhes", afirmou o porta-voz do estabelecimento prisional.

Há dois anos, já tinha sido negado a Mark David Chapman a liberdade condicional, porque a sua libertação não seria "compatível com o bem-estar sociedade".

John Lennon, que teria hoje 75 anos se fosse vivo, foi a morto a tiro a 08 de dezembro de 1980.

Mark David Chapman, 61 anos e que sofre de doença mental, foi condenado a prisão perpétua, mas desde 2000 tem a possibilidade de a cada dois anos pedir a concessão de liberdade condicional.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15