sicnot

Perfil

Mundo

Maduro acusa partido opositor de envolvimento em golpe de Estado na Venezuela

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou esta terça-feira o partido opositor Vontade Popular (VP) de estar envolvido na preparação de um golpe de Estado contra o seu Governo, denuncia que a oposição diz ser os preparativos para ilegalizar aquela organização.

As acusações têm lugar depois de funcionários dos serviços secretos terem detido dois políticos venezuelanos, um deles de VP, e quando faltam dois dias para 1 de setembro, data em que a oposição venezuelana "tomar" a cidade de Caracas, para exigir que a realização de um referendo revogatório do mandado do Chefe de Estado.

"Vontade Popular é o partido da violência golpista, que está metido no golpe de Estado de 1 de setembro", disse.

Nicolás Maduro falava no Parque Central, em Caracas, durante um ação com simpatizantes do seu regime, em que esteve acompanhado pelo ministro venezuelano da Defesa, Vladimir Padrimo López.

"Nunca devia ter subestimado as 'guarimbas' (protesto violento com bloqueio de ruas, em resistência às autoridades) de 2014, porque vínhamos de uma grande vitória eleitoral. Nunca pensei que o imperialismo gringo lançaria essa investida e pagaria milhões de dólares no mundo para tratar de derrocar a revolução bolivariana usando o seu braço armado, o partido VP", disse.

O Presidente da Venezuela insistiu que quem incitam à violência no país irá preso e que continuará "denunciando os golpistas e fascistas"

"Há que atuar e ganhar a batalha do golpe de Estado, antes, durante e depois das datas anunciadas", frisou.

Em declarações aos jornalistas o coordenado de VP, Carlos Vecchio, acusou o Governo venezuelano de passar uma mensagem claro de que "quer ilegalizar" aquela organização.

Por outro lado citou vários exemplos de dirigentes de VP, como Warner Jiménez, Daniel Ceballos, Lester Toledo, Guevara, Delson Guárate, Francisco Márques, Gabriel San Miguel e Yon Goicochea, alguns dos quais estão presos e outros estão a ser perseguidos pelo regime.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.