sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 16 número de turcos que pediram asilo na Grécia após golpe de Estado

​Um juiz turco apresentou um pedido de asilo na Grécia, segundo informação da imprensa grega, aumentando para 16 o número de cidadãos turcos que solicitaram proteção às autoridades helénicas após o golpe falhado de 15 de julho.

O homem chegou à ilha grega de Quios a bordo de um bote como se fosse mais um refugiado. Foi interrogado pela polícia e presente a um juiz sob a acusação de "entrada ilegal no país", tendo sido condenado a um mês de prisão, com pena suspensa durante três anos.

Agora, o juiz turco apresentou um pedido de asilo e, segundo informação adiantada pelos media locais, será brevemente transferido para Atenas.

Na sequência da tentativa de golpe militar, o governo de Erdogan declarou o estado de emergência e desencadeou uma purga em diversos organismos estatais e setores da sociedade turca, incluindo nas áreas da justiça, educação, defesa e comunicação social, para localizar os alegados seguidores do opositor Fethullah Gülen, acusado por Ancara de ter planeado o golpe falhado.

Na semana passada um casal de professores universitários e os seus dois filhos cruzaram a fronteira turca e percorreram o caminho até à cidade grega vizinha Alexandroupolis para pedir asilo.

Três alegados empresários turcos também solicitaram asilo às autoridades gregas depois de terem chegado à ilha grega de Rodes.

O caso mais complexo para as autoridades gregas será o dos oito militares turcos que chegaram de helicóptero à cidade de Alexandroupolis no dia seguinte à tentativa de golpe, a 16 de julho.

O pedido de asilo destes militares continua a ser analisado pela justiça helénica, enquanto o Executivo de Ancara exige a sua extradição.

Lusa

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.