sicnot

Perfil

Mundo

Fotojornalista francês Marc Riboud morre aos 93 anos

Marc Riboud Portfolio

O fotojornalista francês Marc Riboud, conhecido mundialmente por fotos como a da rapariga com uma flor frente a soldados norte-americanos numa marcha contra a guerra do Vietname, morreu na terça-feira aos 93 anos, informou a família.

No site oficial do fotojornalista, a notícia da morte aparece com uma imagem de Riboud a fotografar e a frase "Ver é o paraíso da alma".

Uma das fotos que o tornou conhecido mundialmente é a de um "pintor na Torre Eiffel", publicada em 1953 na revista Life.

Alain Genestar, diretor da revista Polka Magazine, explicou à France Info que essa fotografia foi tirada num dia em que Riboud tinha apenas consigo um rolo de doze fotografias.

Marc Riboud Portfolio

Marc Riboud Portfolio

Outra das suas imagens icónicas, publicada em 1967, é a de uma rapariga que segura uma flor frente a uma fila de soldados empunhando espingardas, numa marcha em Washington contra a guerra do Vietname.

Marc Riboud nasceu em Lyon (sudeste) em 1923 e tirou as primeiras fotografias numa visita à Exposição Universal de Paris, de 1937, com uma câmara Kodak Vest-Pocket que o pai lhe deu quando fez 14 anos.

Em 1944, participou nas lutas da resistência francesa à ocupação nazi e em 1945 entrou para o curso de engenharia, profissão que abandonou no princípio da década de 1950 para se dedicar à fotografia.

Em 1953, Riboud conheceu Henri Cartier-Bresson e Robert Capa, que o contrataram para a famosa agência de fotografia Magnum, a que chegou a presidir entre 1974 e 1976.

Nos anos 1950, passou longas temporadas na Índia, Médio Oriente, Afeganistão e na China de Mao Zedong e, nos 1960, depois de uma estada de três meses na União Soviética, cobriu as independências da Argélia e de vários países da África Negra.

Marc Riboud Portfolio

Marc Riboud Portfolio

Em 1968 e 1969 fez reportagens no sul e no norte do Vietname, onde foi dos poucos fotógrafos a poder entrar durante o conflito.

Nos anos 1980-1990, regressou à Ásia, especialmente à China, onde registou as mudanças operadas ao longo de décadas.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.