sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro voo comercial entre EUA e Cuba desde 1961 descolou esta quarta-feira

O primeiro voo comercial entre os Estados Unidos e Cuba desde 1961 descolou esta quarta-feira do Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale/Hollywood, no estado norte-americano da Florida (sudeste), em direção a Santa Clara, na zona centro da ilha caribenha.

Com 150 pessoas a bordo, o Airbus A320 da companhia aérea de baixo custo norte-americana JetBlue Airways descolou pouco depois das 10:00 hora local (15:00 em Lisboa).

Menos de uma hora depois, o aparelho aterrou em Santa Clara, cerca de 280 quilómetros a leste da capital cubana (Havana), às 10:57 hora local (15:57 em Lisboa).

A bordo do Airbus A320 estavam turistas, jornalistas e responsáveis governamentais, incluindo o secretário norte-americano dos Transportes, Anthony Foxx.

A entrada do aparelho na pista de descolagem foi marcada por um arco formado por jatos de água, uma forma de assinalar um voo inaugural.

O voo 387 da JetBlue Airways é o primeiro dos 110 voos diários diretos para Cuba que foram aprovados este ano pelo Departamento de Transportes norte-americano.

Estes voos surgem no âmbito do restabelecimento das relações diplomáticas entre Washington e Havana em julho de 2015, velhos inimigos da Guerra Fria que viveram de costas voltadas durante mais de 50 anos e que estão separados unicamente pelos 150 quilómetros do Estreito da Florida.

Lusa

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gases tóxicos expelidos pelo Kilauea ameaçam a população no Havai
    1:51
  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.