sicnot

Perfil

Mundo

Turquia "não aceita em nenhuma circunstância" cessar-fogo com os curdos

Ministro dos Assuntos Europeus turco, Omer Celik e presidente turco Tayyip Erdogan.

© Umit Bektas / Reuters

A Turquia "não aceita" um compromisso de cessar-fogo com as milícias curdas na Síria, tal como foi anunciado na terça-feira pelos Estados Unidos, declarou hoje o ministro dos Assuntos Europeus turco, Omer Celik.

"Não aceitamos, em nenhuma circunstância, (...) um compromisso ou um cessar-fogo entre a Turquia e os elementos curdos", declarou o ministro à agência pró-governamental Anadolu.

A república turca, disse o ministro, "é um Estado soberano que não pode ser posto em pé de igualdade com uma organização terrorista".

Na terça-feira, o porta-voz do comando militar norte-americano no Médio Oriente tinha dito que as forças turcas envolvidas numa operação no norte da Síria e as milícias curdas na mesma região tinham aceitado não disparar umas sobre as outras.

"Nas últimas horas recebemos a garantia de todas as partes envolvidas que vão parar de atirar umas contra as outras e concentrar-se na ameaça que é o Daesh, indicou terça-feira o coronel John Thomas.

Desde que a Turquia lançou na semana passada uma operação militar - "Escudo do Eufrates" - no norte da Síria, os Estados Unidos têm procurado evitar a escalada de confrontos entre as forças turcas e as milícias curdas sírias, dois dos maiores aliados norte-americanos no combate ao Daesh.

Na segunda-feira, o vice-primeiro-ministro turco indicou que a operação "Escudo do Eufrates" visava impedir a formação de um corredor curdo que dividiria a Síria, além de travar o Daesh.

"O objetivo da operação é o de limpar a região do grupo Daesh e impedir o PYD (Partido da União Democrática Curda) e as YPG (Unidades de Proteção do Povo curdo) de instalarem um corredor de uma ponta à outra" que "dividiria a Síria", afirmou Numan Kurtulmus, citado pela televisão turca NTV.

As declarações de Kurtulmus surgiram horas depois de o exército turco e os seus aliados locais do Exército Livre Sírio (ELS) terem conquistado uma dezena de localidades a sul de Jarablos, que estavam nas mãos das milícias curdas.

A Turquia considera que as Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG) são filiais locais sírias do grupo armado PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão), ativo em solo turco e apontado por Ancara como uma organização terrorista.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.