sicnot

Perfil

Mundo

Número de desaparecidos à passagem de tufão pelo Japão sobe para 21

As autoridades japonesas elevaram hoje para 21 o número de desaparecidos no nordeste do arquipélago à passagem do tufão Lionrock, que causou pelo menos 11 mortos e graves inundações devido a chuvas torrenciais.

A localidade de Iwaizumi, na prefeitura de Iwate, foi uma das mais atingidas: nove idosos morreram no lar onde residiam, devido ao transborde de um rio próximo, e 18 pessoas continuam desaparecidas, segundo a agência Kyodo.

Outras três pessoas estão também desaparecidas na ilha de Hokkaido, depois de serem arrastadas pelo caudal dos rios, incluindo uma jovem de 28 anos cujo carro caiu dentro do caudal fluvial devido a danos na ponte.

As autoridades locais e o corpo de bombeiros recomeçaram hoje as buscas pelos desaparecidos, enquanto o Governo mantém em 11 o número de mortos devido ao tufão, que atravessou o nordeste do país entre segunda e terça-feira.

O primeiro-ministro Shinzo Abe convocou uma reunião do seu gabinete para a tarde de hoje com o objetivo de estabelecer um plano para lidar com o desastre natural, que causou um rasto de devastação.

A Agência Meteorológica do Japão informou hoje da formação de um novo tufão, o Namtheun, próximo do arquipélago.

O 12.º tufão da temporada 2016 no Pacífico encontra-se a sul de Okinawa e desloca-se em direção nordeste, com ventos até aos 90 quilómetros por hora.

Espera-se que a tempestade chegue a ilha de Kyushu entre sábado e domingo, e que atravesse depois a região sudoeste da ilha principal de Honshu antes de continuar em direção à China.

Se mantiver o rumo, o Namtheun será o quarto tufão a atingir o Japão em duas semanas.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57