sicnot

Perfil

Mundo

Rebeldes tomam várias localidades de Hama

Uma aliança de grupos rebeldes e jihadistas lançou na segunda-feira uma grande ofensiva na província síria de Hama (centro), maioritariamente controlada pelo regime, conseguindo tomar várias localidades, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Em resposta à ofensiva, as forças governamentais realizaram vários bombardeamentos aéreos, que até ao momento mataram pelo menos 25 civis, incluindo crianças, segundo a organização, que obtém informação de uma vasta rede de fontes no terreno.

Os rebeldes pretendem tomar o aeroporto de Hama, de onde partem os aviões e helicópteros das forças do regime para várias frentes de combate.

"Estão a cerca de 10 quilómetros do aeroporto" de Hama, a quarta maior cidade da Síria, disse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Os rebeldes pretendem também aliviar a pressão na frente de Alepo (norte) dispersando as forças governamentais para os combates em Hama, a sudeste da província de Alepo.

Em três dias, a aliança rebelde tomou 13 localidades, a maioria no norte da província de Hama, incluindo Halfaya, Tibet al-Himam e Suran.

A província de Hama tem uma importância estratégica para o regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad, porque separa as forças rebeldes presentes em Idleb de Damasco.

Lusa

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.