sicnot

Perfil

Mundo

Rebeldes tomam várias localidades de Hama

Uma aliança de grupos rebeldes e jihadistas lançou na segunda-feira uma grande ofensiva na província síria de Hama (centro), maioritariamente controlada pelo regime, conseguindo tomar várias localidades, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Em resposta à ofensiva, as forças governamentais realizaram vários bombardeamentos aéreos, que até ao momento mataram pelo menos 25 civis, incluindo crianças, segundo a organização, que obtém informação de uma vasta rede de fontes no terreno.

Os rebeldes pretendem tomar o aeroporto de Hama, de onde partem os aviões e helicópteros das forças do regime para várias frentes de combate.

"Estão a cerca de 10 quilómetros do aeroporto" de Hama, a quarta maior cidade da Síria, disse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Os rebeldes pretendem também aliviar a pressão na frente de Alepo (norte) dispersando as forças governamentais para os combates em Hama, a sudeste da província de Alepo.

Em três dias, a aliança rebelde tomou 13 localidades, a maioria no norte da província de Hama, incluindo Halfaya, Tibet al-Himam e Suran.

A província de Hama tem uma importância estratégica para o regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad, porque separa as forças rebeldes presentes em Idleb de Damasco.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.