sicnot

Perfil

Mundo

Vida na Terra existe há mais tempo do que se pensava

© NASA NASA / Reuters

Investigadores australianos encontraram fósseis na Groenlândia com pelo menos 3,7 mil milhões de anos, 220 milhões de anos mais velhos que os mais antigos vestígios de vida na Terra conhecidos até hoje.

"Esta descoberta constitui uma nova referência" na investigação dos primeiros vestígios de vida na Terra, declarou, em comunicado, Martin Julian Van Kranendonk, especialista em geologia da universidade de Nova-Gales do Sul (Austrália) e coautor de um estudo publicado na revista britânica Nature.

Estas estruturas fossilizadas - chamados estromatólitos - provam que a vida já tinha aparecido cerca de 800 milhões de anos depois da formação da Terra, que tem a idade estimada em 4,5 mil milhões de anos, de acordo com Allen Nutman da universidade de Wollongong (Austrália) e principal autor do estudo.

Estas formações geológicas emergiram à superfície após o degelo de uma placa no maciço de Isua, no sudoeste da Gronelândia.

As estruturas e a química destes fósseis deixam pensar numa atividade microbiana e, portanto, "numa origem biológica", sinal "de uma emergência rápida da vida na Terra", indicou Allen Nutman.

Os estromatólitos, com um a quatro centímetros de altura, vêm corroborar outras provas genéticas que colocam a origem da vida neste período.

O estudo refere que esta descoberta pode ajudar também a investigação sobre a vida em Marte, considerado o planeta do sistema solar mais propício à existência de formas de vida por ter uma atmosfera com água, sob a forma de vapor e gelo.

"Há 3.700 milhões de anos, Marte era ainda provavelmente húmido, com oceanos", explicou à agência France Presse (AFP) Allen Nutman.

"Se a vida se desenvolveu rapidamente na Terra, permitindo a formação de coisas como estes estromatólitos, poderá ser mais fácil detetar sinais de vida em Marte", acrescentou.

Nutman adiantou que "em vez de limitar o estudo à assinatura química do planeta, é possível ver nas imagens de Marte coisas como estromatólitos".

Até hoje, a prova mais antiga de vida na Terra foi encontrada, por investigadores australianos e canadianos, em rochas de Strelley Pool Chert, na região de Pilbara, na Austrália. Tinha cerca de 3,5 mil milhões de anos.

Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17