sicnot

Perfil

Mundo

Governo irlandês de acordo para recorrer de decisão sobre Apple

O governo irlandês decidiu recorrer da decisão de Bruxelas de exigir à Apple o pagamento a Dublin de 13 mil milhões de euros em impostos, anunciou um porta-voz do Ministério das Finanças da Irlanda.

"O governo foi unânime para recorrer da decisão", indicou o porta-voz à AFP, depois de uma aparente divisão governamental sobre o assunto. Será agora entregue um pedido no parlamento tendo em vista a aprovação desta deliberação.

A Comissão Europeia afirmou na terça-feira que a Irlanda concedeu benefícios fiscais ilegais à Apple, ordenando a Dublin que recupere 13 mil milhões de euros junto da empresa tecnológica norte-americana por impostos não cobrados entre 2003 e 2014.

O parlamento irlandês deverá reunir-se na quarta-feira para analisar o assunto, antecipando um recomeço dos trabalhos que estava previsto só para dia 27, de acordo com fontes oficiais.

A Apple também prometeu recorrer da decisão da Comissão Europeia, duramente criticada pelo líder da empresa, Tim Cook, que instou o governo irlandês a contestá-la para garantir o investimento no país, mas as sondagens apontam para o apoio público à reposição do dinheiro para ser gasto em questões sociais.

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47