sicnot

Perfil

Mundo

Portugal sem casos de anomalia nas baterias do Galaxy Note7

© Kim Hong-Ji / Reuters

A Samsung registou até quinta-feira 35 casos a nível global do novo Samsung Galaxy Note7 com anomalia nas baterias, mas nenhum destes em Portugal, disse esta sexta-feira à Lusa fonte oficial.

"Felizmente não há casos em Portugal", afirmou a mesma fonte, que confirmou que o lançamento deste novo modelo de smartphone (telemóvel inteligente) em Portugal, que estava previsto para a próxima semana, foi adiado.

Em comunicado, a Samsung adianta que está a "proceder a uma inspeção completa para identificar possíveis baterias afetadas" e, tendo em conta a segurança dos clientes, decidiu "suspender as vendas do Samsung Galaxy Note7 durante as próximas semanas".

"Nos casos dos clientes que já têm dispositivos Samsung Galaxy Note7, vamos voluntariamente proceder à troca destes equipamentos por novos. Recomendamos que os clientes entreguem os equipamentos nas lojas em que os tenham adquirido, ou em qualquer Centro de Assistência Samsung. Para mais informação sobre este processo, os clientes deverão contactar a linha azul da Samsung (808 20 72 67)", refere a empresa em comunicado.

O Galaxy Note7 é um dispositivo topo de gama, resistente à água e com scanner de íris ocular, que está a ser comercializado mundialmente desde 19 de agosto.

A Samsung "reconhece o inconveniente que esta situação pode causar", mas considera que "é muito importante" que siga este processo com vista a garantir que "continua a fornecer produtos da mais alta qualidade".

"Estamos a trabalhar de forma muito próxima com os nossos parceiros para garantir que esta fase de substituição decorrerá da forma mais conveniente e eficiente possível", concluiu a fabricante de telemóveis.

A chamada à revisão, um caso sem precedentes desde que a Samsung começou a comercializar telemóveis inteligentes em 2010, poderá ser um duro golpe para a empresa sul-coreana, que recentemente recuperou no mercado, depois de ter perdido a gama alta dos telemóveis nos últimos anos para a Apple (iPhone).

Lusa

  • Samsung promete substituir os Galaxy Note 7 já vendidos
    1:24

    Mundo

    A Samsung suspendeu as vendas do Galaxy Note 7 em Portugal e em mais de 10 países. A marca assume que há problemas com as baterias, que têm derretido durante o carregamento. O lançamento em Portugal estava agendado para dia 9 de setembro. A empresa vai substituir todos os equipamentos Galaxy Note 7 que já estejam nas mãos dos clientes.

  • Samsung suspende vendas do Galaxy Note 7 devido a explosão de baterias

    Mundo

    A gigante sul coreana anunciou esta manhã, em conferência de imprensa, que vai suspender as vendas do telemóvel Samsung Galaxy Note 7, a nível mundial, devido a problemas com as baterias. Segundo relatos dos utilizadores, a bateria de alguns smartphones da marca sul-coreana explodiu enquanto os dispositivos estavam a carregar.

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.