sicnot

Perfil

Mundo

Japão alerta para riscos do Brexit durante cimeira do G20

reuters

Tóquio lançou hoje alertas sobre os perigos do Brexit, dizendo que as empresas japonesas podem mudar as suas operações do Reino Unido para outros países da Europa se perderem acesso ao mercado único.

Com a cimeira do G20 a decorrer na China, uma equipa do Governo japonês apelou ao Reino Unido e à União Europeia que minimizem os "efeitos nocivos" do 'Brexit' sobre as empresas que encaram o Reino Unido como uma porta para a Europa.

Algumas das empresas mais conhecidas do Japão, incluindo a Toyota, a Hitachi e o banco de investimento Nomura, estão a reavaliar os seus investimentos no Reino Unido depois do voto a favor da saída da União Europeia em junho, segundo um relatório apresentado por Tóquio.

"Os negócios japoneses com sede europeia no Reino Unido podem decidir transferir o seu escritório principal para a Europa continental se as leis da União Europeia deixarem de ser aplicáveis no Reino Unido após a saída", diz o documento de 15 páginas.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e a líder britânica, Theresa May, vão reunir-se durante a cimeira, esperando-se que o 'Brexit' seja um dos temas da agenda.

O Japão alertou que algumas das suas empresas foram atraídas para o Reino Unido pela promessa de que ali teriam uma porta para entrar no alargado mercado europeu.

"Pedimos que o Reino Unido considere seriamente este facto e responda de forma responsável para minimizar efeitos negativos nesses negócios", indica o relatório.

Mais de mil empresas japonesas operam no Reino Unido, empregando cerca de 140 mil pessoas, e o investimento direto do Japão no país já ultrapassou os 96 mil milhões de dólares.

  • A chegada atribulada de Obama à Cimeira do G20
    1:38

    Mundo

    A chegada de Barack Obama à China, para a Cimeira do G20, foi tudo menos tranquila por várias falhas no protocolo. Sem uma escada alta que lhe permitisse descer do avião, o Presidente norte-americano saiu pelo porão, sem que os jornalistas que levava pudessem assistir.

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.