sicnot

Perfil

Mundo

Líderes da China e Japão vão reunir-se hoje

O Presidente chinês, Xi Jinping, vai reunir-se hoje com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, após a cimeira do G20, numa altura de renovadas tensões entre os dois países, devido a disputas territoriais.

"Existem questões difíceis entre o Japão e a China e, por isso, é importante que os líderes realizem uma troca honesta de opiniões e melhorem as relações", disse aos jornalistas Yoshihide Suga, o chefe de Gabinete do primeiro-ministro japonês.

O encontro vai-se realizar após o fim da cimeira do G20, que está a decorrer em Hangzhou, na costa leste da China.

Pequim e Tóquio vivem renovadas tensões, em torno da soberania do arquipélago Diaoyu (Senkaku para o Japão), no Mar da China Oriental.

A última vez que os dois líderes se encontraram foi em 2014, à margem do Fórum da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC), num momento que ficou marcado pela forma fria com que se cumprimentaram.

As relações voltaram a deteriorar-se nos últimos meses, devido às críticas do Japão à postura da China no Mar do Sul da China, onde Pequim tem construído ilhas artificiais e instalações militares.

Abe criticou abertamente a China por recusar acatar com a decisão de um tribunal internacional, que ditou que as reclamações chinesas de quase todo o Mar do Sul da China não têm base legal.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28