sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 40 mortos em explosões em cidades sírias

Reuters

Várias explosões sacudiram hoje zonas controladas pelo Governo sírio e pelos curdos em diversas cidades sírias, fazendo pelo menos 43 mortos e vários feridos, informaram meios de comunicação oficiais e ativistas.

O maior número de vítimas registou-se em Tartús, um dos feudos do regime na costa do Mediterrâneo, onde 11 pessoas perderam a vida e outras 45 ficaram feridas, informou a televisão síria.

Em declarações à agência Efe, o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rami Abderrahman, elevou para 14 mortos e 50 feridos o número de vítimas naquela localidade.

A mesma fonte indicou que houve explosões consecutivas na entrada sul de Tartús.

A televisão síria precisou que as explosões ocorreram na ponte de Arzuna e que foram provocadas por uma viatura armadilhada e por um suicida com um cinto de explosivos.

Num outro incidente, pelo menos cinco pessoas morreram num atentado cometido com uma motocicleta armadilhada na rotunda de Marshu, na povoação de Al Hasaka, no nordeste sírio, acrescentou Abderrahman.

Entre os mortos estão três membros das "Asayish", forças de segurança curdas.

Abderrahman explicou que este ataque ocorreu numa zona controlada pelos curdos em Al Hasaka, já que esta cidade está dividida em bairros dominados pelo regime e outros pelas autoridades curdas.

Homs foi outra localidade síria atingida hoje por um atentado, no qual duas pessoas morreram e outras sete ficaram feridas no bairro de Bab Tadmur, sob controlo do Governo, informou a agência de notícias estatal Sana, que citou o diretor de Saúde da província, Hasan Yundi.

O Observatório confirmou a explosão de uma viatura armadilhada num posto de controlo governamental no distrito de Al Zahrá, em Homs, dominado pelas autoridades.

A ONG acrescentou que os dois mortos são efetivos governamentais e que há civis entre os feridos.

Nos arredores de Damasco, pelo menos três pessoas morreram numa explosão de origem desconhecida na zona de Al Sabura, controlada pelo Governo e a oeste da capital.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.