sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 40 mortos em explosões em cidades sírias

Reuters

Várias explosões sacudiram hoje zonas controladas pelo Governo sírio e pelos curdos em diversas cidades sírias, fazendo pelo menos 43 mortos e vários feridos, informaram meios de comunicação oficiais e ativistas.

O maior número de vítimas registou-se em Tartús, um dos feudos do regime na costa do Mediterrâneo, onde 11 pessoas perderam a vida e outras 45 ficaram feridas, informou a televisão síria.

Em declarações à agência Efe, o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rami Abderrahman, elevou para 14 mortos e 50 feridos o número de vítimas naquela localidade.

A mesma fonte indicou que houve explosões consecutivas na entrada sul de Tartús.

A televisão síria precisou que as explosões ocorreram na ponte de Arzuna e que foram provocadas por uma viatura armadilhada e por um suicida com um cinto de explosivos.

Num outro incidente, pelo menos cinco pessoas morreram num atentado cometido com uma motocicleta armadilhada na rotunda de Marshu, na povoação de Al Hasaka, no nordeste sírio, acrescentou Abderrahman.

Entre os mortos estão três membros das "Asayish", forças de segurança curdas.

Abderrahman explicou que este ataque ocorreu numa zona controlada pelos curdos em Al Hasaka, já que esta cidade está dividida em bairros dominados pelo regime e outros pelas autoridades curdas.

Homs foi outra localidade síria atingida hoje por um atentado, no qual duas pessoas morreram e outras sete ficaram feridas no bairro de Bab Tadmur, sob controlo do Governo, informou a agência de notícias estatal Sana, que citou o diretor de Saúde da província, Hasan Yundi.

O Observatório confirmou a explosão de uma viatura armadilhada num posto de controlo governamental no distrito de Al Zahrá, em Homs, dominado pelas autoridades.

A ONG acrescentou que os dois mortos são efetivos governamentais e que há civis entre os feridos.

Nos arredores de Damasco, pelo menos três pessoas morreram numa explosão de origem desconhecida na zona de Al Sabura, controlada pelo Governo e a oeste da capital.

  • França e Rússia criam grupo de trabalho contra o terrorismo
    1:00

    Mundo

    França e Rússia vão criar um grupo de trabalho para lutar contra o terrorismo. A proposta partiu do Presidentre francês e foi anunciada por Vladimir Putin. Na conferência de imprensa conjunta, o Presidente russo explicou que ambos falaram também da Coreia do Norte.    

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Novos casos de tuberculose caíram para metade

    País

    Portugal reduziu para metade o número de novos casos de tuberculose entre 2000 e 2016, segundo um relatório hoje divulgado, que mostra que, no ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 18 por 100 mil habitantes.

  • Julgamento de Pedro Dias só deve começar após as férias judiciais
    2:59

    País

    O Tribunal da Guarda vai juntar o homicídio de Liliane Pinto ao processo principal dos crimes de Aguiar da Beira. Pedro Dias será interrogado em julho, mas o julgamento só deve começar depois das férias judiciais. No interrogatório judicial de 10 de novembro do ano passado, Pedro Dias ficou em silêncio.

  • Angola confirma pela 1ª vez que José Eduardo dos Santos está em Espanha por motivos de saúde

    Mundo

    É a primeira vez que o governo de Luanda admite, oficialmente, que o Presidente José Eduardo dos Santos sentiu-se mal e está a receber assistência médica em Espanha. Com 74 anos, os últimos 38 como Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos tem feito visitas regulares a Barcelona para efetuar exames médicos, mas nem uma palavra sobre as suspeitas de que o Chefe de Estado angolano teria sofrido um AVC recentemente.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.

  • Bombeiro alvejado durante assalto em Buenos Aires
    1:07

    Mundo

    A polícia argentina está a investigar o assalto e a agressão a tiro a um bombeiro em Buenos Aires. O homem de 30 anos foi atacado por três jovens, o momento foi captado pelas câmaras de videovigilância. As imagens mostram o exato momento em que o bombeiro foi atacado pelo grupo, perto de um quiosque de alimentação automático. De acordo com as informações disponíveis, a vítima terá sido alvejada seis vezes.