sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 40 mortos em explosões em cidades sírias

Reuters

Várias explosões sacudiram hoje zonas controladas pelo Governo sírio e pelos curdos em diversas cidades sírias, fazendo pelo menos 43 mortos e vários feridos, informaram meios de comunicação oficiais e ativistas.

O maior número de vítimas registou-se em Tartús, um dos feudos do regime na costa do Mediterrâneo, onde 11 pessoas perderam a vida e outras 45 ficaram feridas, informou a televisão síria.

Em declarações à agência Efe, o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rami Abderrahman, elevou para 14 mortos e 50 feridos o número de vítimas naquela localidade.

A mesma fonte indicou que houve explosões consecutivas na entrada sul de Tartús.

A televisão síria precisou que as explosões ocorreram na ponte de Arzuna e que foram provocadas por uma viatura armadilhada e por um suicida com um cinto de explosivos.

Num outro incidente, pelo menos cinco pessoas morreram num atentado cometido com uma motocicleta armadilhada na rotunda de Marshu, na povoação de Al Hasaka, no nordeste sírio, acrescentou Abderrahman.

Entre os mortos estão três membros das "Asayish", forças de segurança curdas.

Abderrahman explicou que este ataque ocorreu numa zona controlada pelos curdos em Al Hasaka, já que esta cidade está dividida em bairros dominados pelo regime e outros pelas autoridades curdas.

Homs foi outra localidade síria atingida hoje por um atentado, no qual duas pessoas morreram e outras sete ficaram feridas no bairro de Bab Tadmur, sob controlo do Governo, informou a agência de notícias estatal Sana, que citou o diretor de Saúde da província, Hasan Yundi.

O Observatório confirmou a explosão de uma viatura armadilhada num posto de controlo governamental no distrito de Al Zahrá, em Homs, dominado pelas autoridades.

A ONG acrescentou que os dois mortos são efetivos governamentais e que há civis entre os feridos.

Nos arredores de Damasco, pelo menos três pessoas morreram numa explosão de origem desconhecida na zona de Al Sabura, controlada pelo Governo e a oeste da capital.

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • Centro Hospitalar do Algarve deverá ser extinto em 2017
    2:10

    País

    O Centro Hospitalar do Algarve deverá ser extinto no próximo ano e depois da separação dos hospitais de Faro, Portimão e Lagos. Faro deverá passar a hospital universitário. A proposta da Administração Regional de Saúde deverá ser confirmada dentro de dias pelo ministro da Saúde.

  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.