sicnot

Perfil

Mundo

Marinha italiana resgata seis corpos e salva cerca de 500 migrantes

A Marinha de Guerra italiana anunciou esta segunda-feira ter recuperado os corpos de seis migrantes durante operações de patrulha no Mar Mediterrâneo, que permitiram também salvar cerca de 500 pessoas.

"Os nossos barcos recuperaram com vida cerca de 500 pessoas durante os seis dias de operações de socorro", lê-se num comunicado da Marinha de Guerra italiana, que lamentou, por outro lado, a morte de seis migrantes e assegurou que o patrulhamento nas águas do Mediterrâneo vai continuar para tentar encontrar mais sobreviventes.

A Itália mantém no Mediterrâneo um grande número de navios numa operação que se estende até à costa da Líbia.

Desde fins de agosto que a costa italiana está a ser atingida por uma nova vaga de migrantes, tendo a Marinha de Guerra socorrido cerca de 14.000 pessoas no espaço de cinco dias.

Segundo as estatísticas do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), de janeiro a 1 de setembro deste ano chegaram a Itália 117.590 migrantes, números praticamente idênticos ao mesmo período de 2015.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.