sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 23 mortos em incêndio numa prisão da Etiópia

Pelo menos 23 pessoas morreram no fim de semana no decurso de um incêndio na prisão de Qilinto, nos arredores de Adis Abeba, onde estão detidos numerosos presos políticos etíopes, referiram esta segunda-feira os media locais.

O incêndio ocorreu no sábado nesta prisão de alta segurança, onde posteriormente os guardas prisionais começaram a disparar contra alguns presos, supostamente para impedir a sua fuga.

Um total de 21 pessoas morreram asfixiadas ou devido a graves queimaduras, enquanto outros detidos foram atingidos a tiro quando tentavam escapar, referiu hoje a televisão etíope Fana Broadcasting Corporate (FBC), ao citar fontes governamentais.

Segundo a versão do Governo etíope, o incêndio foi provocado por alguns prisioneiros que planeavam evadir-se desta prisão, onde estão encarcerados líderes da oposição, ativistas e jornalistas.

As forças de segurança provocaram a morte desde novembro a mais de 500 pessoas, na maioria manifestantes, e detiveram milhares no decurso da repressão dos protestos registados em Oromia, a maior região da Etiópia, segundo as estimativas de várias organizações, incluindo a Human Rights Watch (HRW).

O Governo etíope detém de forma sistemática intelectuais e figuras proeminentes entre os oromo, por recear que a sua influência possa suscitar protestos mais amplos contra o poder.

Em abril de 2014 tinham já ocorrido manifestações semelhantes, que provocaram mortes, feridos e detenções de manifestantes.

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC