sicnot

Perfil

Mundo

Turquia propõe zona de exclusão aérea na Síria

© Reuters

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou esta segunda-feira ter proposto aos seus homólogos Barack Obama e Vladimir Putin a formação de uma "zona de exclusão aérea" no norte da Síria em guerra.

"Trabalhamos para declarar esta região uma zona de exclusão aérea", declarou durante um discurso transmitido pela televisão à margem da cimeira do G20 na China, numa referência à zona fronteiriça que os rebeldes sírios apoiados por Ancara conquistaram aos jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI).

"Eis a minha proposta a Obama e Putin", acrescentou, precisando que poderá "ser assegurada com as forças da coligação" internacional que também combate as forças jihadistas.

No domingo a Turquia anunciou ter expulsado totalmente as forças do EI da sua fronteira com a Síria, um importante sucesso para Ancara desde o lançamento da operação "Escudo do Eufrates" a 24 de agosto na Síria, e também dirigida contra as milícias curdas locais.

A Turquia, que acolhe mais de 2,5 milhões de refugiados sírios no seu território, já apelou por diversas vezes ao estabelecimento no interior da Síria de uma zona protegida e interdita à aviação.

Em paralelo, o Presidente turco indicou que as autoridades turcas estão a cooperar com a Rússia para a instauração de um cessar-fogo na região de Alepo.

"Trabalhamos atualmente com a Rússia para que seja declarado um cessar-fogo na região de Alepo", declarou Erdogan, manifestando ainda o desejo da sua concretização antes da festa muçulmana do Aïd el-Kébir, prevista para o início da próxima semana.

Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.