sicnot

Perfil

Mundo

Carro armadilhado do Daesh mata pelo menos sete pessoas em Bagdade

Reuters

Um ataque com um carro armadilhado, reivindicado pelo grupo extremista Daesh, matou pelo menos sete pessoas perto de um hospital no centro de Bagdade na segunda-feira à noite, indicou a polícia.

A explosão aconteceu perto do mesmo local onde, em julho, morreram mais de 300 pessoas no pior atentado à bomba na capital iraquiana.

Uma carrinha carregada de explosivos detonou no bairro de Karrada, um pouco antes da meia-noite, incendiando várias lojas, segundo a polícia.

As autoridades apontaram para um número inicial de sete mortos e pelo menos 15 feridos, dados confirmados por fontes do Ministério do Interior.

O Daesh, uma organização extremista sunita, reivindicou o atentado, através de um comunicado, dizendo que quis atingir xiitas e alertando para mais ataques.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.