sicnot

Perfil

Mundo

Estados Unidos aumentam financiamento para retirada de bombas no Laos

© Reuters

Os Estados Unidos vão intensificar os esforços para ajudar o Laos a retirar as bombas por explodir que ainda tem no seu território, anunciou esta segunda-feira a Casa Branca durante a visita de Obama ao país que Washington bombardeou fortemente.

O Laos tornou-se o país mais fortemente bombardeado do mundo, per capita, entre 1964 e 1973, quando os Estados Unidos lançaram uma guerra secreta para cortar as rotas de abastecimento aos combatentes comunistas durante a Guerra do Vietname.

Grande parte do país continua repleto de munições, que ainda matam e mutilam pessoas.

O problema há muito que ensombra as relações entre os dois países, no entanto, as duas nações aproximaram-se nos últimos anos e a visita de Obama, a primeira de um Presidente norte-americano ao Laos, é apontada como um marco para o recomeço dos laços entre os países.

Num comunicado, a Casa Branca disse que ia destinar 90 milhões de dólares ao Laos, nos próximos três anos, para "lidar com o impacto causado pelas bombas por explodir".

O número ultrapassa antigos compromissos de Washington com o Laos, já que nos últimos 20 anos foram cedidos 100 milhões de dólares no total.

Lusa

  • Tudo isto circula na internet. Nada disto é verdade
    3:12
  • Peso dos salários na economia diminuiu
    2:34

    Economia

    Portugal é dos países onde o peso dos salários na economia mais diminuiu. Ou seja, os salários portugueses foram dos mais encolheram com a crise. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho que sublinha as implicações negativas ao nível social e económico.

  • Inaugurado Ikea de Loulé
    3:51

    Economia

    Centenas de pessoas aguardavam à porta do Ikea de Loulé para a inauguração da nova loja no Algarve, uma semana depois do acidente que matou uma trabalhadora. A cerimónia decorreu de forma sóbria, ainda que com alguma pompa e circunstância.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.

  • Juncker reprova com ironia apoio de Trump

    Brexit

    O Presidente da Comissão Europeia disse hoje com ironia que promoverá a independência do Ohio ou de Austin, no Texas, em relação aos Estados Unidos se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o Brexit.