sicnot

Perfil

Mundo

Operação Lava Jato prorrogada por mais um ano

O Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) decidiu esta terça-feira prorrogar por mais um ano a Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção da história do Brasil.

Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República indicou que "as forças-tarefas que atuam na Operação Lava Jato em Curitiba e no Rio de Janeiro" terão "duração de mais um ano, prazo contado a partir do dia 08 deste mês".

Iniciada em março de 2014, a Operação Lava Jato, que já deflagrou 33 etapas, levando a prisões de políticos e importantes empresários, conta com onze procuradores e três colaboradores em Curitiba.

A equipa do Rio de Janeiro, que reúne três procuradores, começou a trabalhar em junho deste ano, para tratar de desdobramentos da Lava Jato naquele estado brasileiro, que envolvem a estatal Electronuclear e desvios na obra da central nuclear Angra 3.

A Lava Jato investiga várias empresas, com destaque para a petrolífera brasileira Petrobras, alvo de fraudes.

Entre as empresas já implicadas no caso estão também grandes empreiteiras, como a Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão e Odebrecht.

Entre os investigados contam-se dezenas de políticos, incluindo o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, empresários, executivos, operadores financeiros e doleiros.

A primeira fase internacional da Lava Jato decorreu em Portugal em março, quando Raul Schmidt, sócio de um antigo diretor da Petrobras, foi detido em Lisboa.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.