sicnot

Perfil

Mundo

Turquia favorável a "operação comum" com EUA contra Daesh

A Turquia anunciou esta quarta-feira que é "favorável" à concretização de uma "operação comum" com os Estados Unidos contra Raqqa, o bastião do Daesh no norte da Síria.

"O Presidente Erdogan disse a Barack Obama que a Turquia era favorável à ideia de conduzir uma operação comum", anunciou em conferência de imprensa o vice-primeiro-ministro Nurettin Canikli, numa confirmação das informações divulgadas previamente pelos media e que citavam o Presidente Recep Tayyip Erdogan.

"Prosseguem as discussões entre os exércitos dos dois países. De momento, não existe um esquema preciso", acrescentou.

Segundo diversos media turcos, Erdogan e Obama terão concordado, à margem da cimeira do G20 que decorreu na China, de "fazerem o necessário" para expulsar a organização jihadista de Raqqa, sem fornecerem mais pormenores.

"Raqqa é o mais importante centro do Daesh. Obama deseja que que façamos qualquer coisa em conjunto sobre este assunto", revelou aos jornalistas a bordo do avião que o transportava para a Turquia após o G20, segundo as informações divulgadas pelo diário Hürriyet.

"Disse que não haveria problemas para nós que os nossos militares deveriam reunir-se e discutir. De seguida, faremos o necessário", acrescentou.

Segundo o vice-primeiro-ministro turco, "esta é uma das questões que discutimos com os Estados Unidos. O que poderemos fazer ficará claro após estas discussões".

"Devemos mostrar que estamos presentes na região", sublinhou. "Se recuarmos, os grupos terroristas como o Daech, o PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão), o PYD (Partido da União Democrática) ou as YPG (Unidades de proteção do povo, uma formação curda da Síria) instalam-se aí".

Ancara desencadeou em 24 de agosto uma operação militar no norte da Síria para expulsar das zonas fronteiriças as forças do Daesh e as milícias curdas sírias.

A ofensiva terá permitido "limpar" uma zona de 772 quilómetros quadrados no norte da Síria da presença dos jihadistas do Daesh e colocá-la sob controlo das forças rebeldes pró-Ancara.

Com Lusa

  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.