sicnot

Perfil

Mundo

Homem destruiu 10% da vida selvagem na Terra em 25 anos

© Janine Costa / Reuters

Nos últimos 25 anos, os seres humanos já destruíram 10% da vida selvagem na Terra, com a mineração, a exploração ilegal de florestas, a agricultura e a exploração de petróleo.

Desde 1993, uma área com o dobro do tamanho do Alasca foi despojada de vida florestal e animal.

"A contínua perda de vida selvagem é um problema global irreversível que terá consequências para a população e a natureza", dizem os investigadores de estudo norte-americano publicado na revista Cell. "Se as coisas continuarem assim, dentro de 100 anos não vão existir áreas selvagens no mundo."

Segundo os investigadores, a Amazónia e a África Central foram as zonas mais afetadas pela desflorestação das últimas duas décadas. Dos 3.3 milhões de quilómetros quadrados de vida selvagem perdidos desde 1993, a Amazónia ficou sem um terço da sua floresta, enquanto 14% das zonas verdes na África central foram destruídas.

Com isto, a Terra ainda tem cerca de 30 milhões de quilómetros quadrados, o que equivale a menos de um quarto da massa de terra total do planeta.

Contudo, o mais preocupante é o facto da vida selvagem vir a ser destruída cada vez mais rápido. "A quantidade de vida selvagem perdida em duas décadas é assombrosa e muito triste", disse um dos membros da equipa de investigadores que escreveu o estudo.

"Não é possível restaurar a vida selvagem. Assim que é destruída, não há volta a dar. A única opção é proteger aquilo que resta."

Os investigadores defendem que se deve agir rapidamente, porque se não, a vida selvagem vai desaparecer completamente. Isto será um desastre para a conservação, para as mudanças climáticas e para a maior parte das comunidades humanas mais vulneráveis.

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".