sicnot

Perfil

Mundo

Atentado suicida no Iémen mata 10 soldados e fere outros 14

Pelo menos 10 soldados morreram e outros 14 ficaram feridos num atentado suicida no sul do Iémen, onde os movimentos jihadistas são muito ativos, indicou hoje fonte dos serviços de segurança iemenitas.

O ataque, perpetrado por um kamikaze ao volante de uma viatura armadilhada, teve como alvo uma posição do exército do Presidente Abd Rabbo Mansour Hadi em Al-Wadie, localidade na província de Abyane, acrescentou a fonte.

No Iémen, as forças lealistas, apoiadas desde março de 2015 por uma coligação militar árabe, combatem os rebeldes, que controlam parte do território, incluindo a capital Sana (norte), e vários grupos jihadistas, implantados no sul.

Nos últimos meses, os jihadistas da Al-Qaida e do grupo Daesh multiplicaram os atentados, sobretudo em Aden (a principal cidade do sul e declarada "capital provisória" do país), apesar dos vários planos das forças governamentais para garantir a segurança nas zonas urbanas.

O último atentado reivindicado pelo Daesh, a 29 de agosto, causou a morte a 71 pessoas, quando um outro kamikaze avançou com uma viatura armadilhada contra um grupo de jovens recrutas do exército, também em Aden.

Segundo as Nações Unidas, o conflito no Iémen já causou mais de 6.600 mortos desde o início da intervenção da coligação árabe.

Lusa

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43

    Mundo

    António Guterres condenou a onda de violência e discriminação contra os rohingya em Myanmar, na abertura da assembleia-geral das Nações Unidas. O secretário-geral da ONU pediu ainda às autoridades do país para acabarem com as operações militares e protegerem a comunidade ameaçada.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição na ilha Dominica
    1:52
  • Peritos mundiais debatem doenças neurodegenerativas em Lisboa
    3:04
  • "O Benfica é atacado e não há ninguém que fale e que dê a cara?"
    6:05
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    Depois do artigo publicado no blog "Geração Benfica", Rui Gomes da Silva reiterou esta segunda-feira, em O Dia Seguinte da SIC Notícias, algumas das críticas à estrutura do clube. O antigo vice-presidente do Benfica defendeu Luís Filipe Vieira, Rui Vitória e Nuno Gomes. E acusou novamente Rui Costa de passividade e os vice-presidentes de não darem a cara. 

  • Governo aconselha pais a fazerem queixa de manuais em mau estado
    2:31
  • Acha que este padre sabe dançar?
    2:22