sicnot

Perfil

Mundo

Milhares manifestam-se no México contra casamento entre pessoas do mesmo sexo

© Daniel Becerril / Reuters

Milhares de pessoas manifestaram-se no sábado em 120 cidades do México para protestar contra a iniciativa do Presidente Enrique Peña Nieto para reconhecer na Constituição o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Com palavras de ordem como "casamento deve ser entre homem e mulher", ou "ninguém nasceu de uma relação gay", os manifestantes, convocados por associações civis da Frente Nacional pela Família, percorreram as ruas de 29 estados, vestidos de branco e com balões coloridos.

Os cartazes e mensagens apoiavam o conceito de "família tradicional" e criticavam a iniciativa apresentada em maio pelo presidente a favor do casamento igualitário, apoiado no país pelo Supremo Tribunal de Justiça.

A iniciativa, que gerou fortes críticas da igreja católica, atualmente aguarda o debate no Congresso, e o partido no poder -- Partido Revolucionário Institucional (PRI) -- disse há algumas semanas que o tema não está "entre as prioridades" da próxima sessão legislativa.

Em Guadalajara, capital do estado ocidental de Jalisco, o coordenador da Frente, Jaime Cedillo, disse à Efe que não estão contra a união de homossexuais, mas contra isso ser equiparado ao matrimónio entre um homem e uma mulher.

A Frente Nacional para a Família prevê realizar, a 24 de setembro, uma manifestação nacional na capital mexicana.

Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.