sicnot

Perfil

Mundo

Pequim diz a embaixador norte-coreano que teste nuclear destabiliza a região

O vice-primeiro-ministro chinês encontrou-se no sábado com o embaixador norte-coreano em Pequim e manifestou o descontentamento da China em relação ao teste nuclear da Coreia do Norte.

"A persistência no desenvolvimento de armamento nuclear e os testes vão contra as expectativas da comunidade internacional e aumentam a tensão na península", disse Zhang Yesui a Ji Jae-ryong, acrescentando que essa ação "não conduz à paz e estabilidade da península Coreana", segundo a agência de notícias chinesa, Xinhua.

Em nome do Governo chinês, Zhang instou a Coreia do Norte a evitar ações que possam exacerbar essas tensões e "regresse ao caminho correto da desnuclearização o mais rápido possível".

Pyongyang levou a cabo esta sexta-feira, no dia em que a Coreia do Norte celebrava o 68.º aniversário da sua fundação, o seu quinto teste nuclear e o segundo em apenas oito meses, na base de Punggye-ri, no nordeste do país e a menos de 100 quilómetros da China.

Esta ação mereceu uma contundente condenação pela comunidade internacional, e também por Pequim, tradicional aliado da Coreia do Norte, que manifestou a sua "firme oposição" e chamou a consultas o embaixador norte-coreano na China.

Lusa

  • Junta de Santa Maria Maior no centro de Lisboa contra despejos de idosos
    3:02
  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.