sicnot

Perfil

Mundo

Turquia demite 28 presidentes de câmara

O Ministério do Interior turco demitiu e substituiu hoje 28 presidentes de câmara acusados de ligações à guerrilha curda do PKK ou à rede do predicador Fethullah Gülen, que Ancara define como grupos terroristas, e substituiu-os por administradores.

Entre os municípios abrangidos pela medida, a maioria no sudeste, 24 eram dirigidos por autarcas de partidos curdos, agora acusados de ligações à guerrilha do Partidos dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Em outras quatro localidades, três dirigidas pelo islamita conservador AKP, no poder desde 2002, e outra pelo nacionalista MHP, o Ministério do Interior suspeita de contactos com a rede Gülen, que o Governo acusa de organizar o fracassado golpe de Estado de 15 de julho.

Esta medida foi emitida por decreto no âmbito dos poderes especiais garantidos ao Governo pela imposição do estado de emergência no país em 21 julho, na sequência da intentona militar.

Pelo menos 12 munícipes foram detidos e a polícia reforçou as medidas de segurança nos edifícios municipais que foram hoje ocupados pelos novos administradores, referiu a agência noticiosa espanhola EFE.

O partido de esquerda e pró-curdo HDP, terceira força no parlamento de Ancara, criticou esta intervenção e já referiu que não a aceitará.

Os administradores designados pelo executivo vão dirigir estes municípios até uma nova decisão do Ministério do Interior, ou à convocação de eleições locais.

A EFE perspetiva uma forte reação a esta medida no sudeste do país, onde se encontra a maioria dos municípios abrangidos pela medida e se concentra a importante minoria curda da Turquia.

A internet deixou de funcionar em 15 províncias do sudeste, sem que até ao momento existam explicações oficiais para esta interrupção.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.