sicnot

Perfil

Mundo

Acordo de defesa entre Israel e EUA vai ser assinado dentro de dias

O embaixador dos Estados Unidos em Israel, Daniel Shapiro, afirmou que o acordo no domínio da defesa que os dois países negoceiam há meses vai ser assinado dentro de dias, noticia hoje a rádio pública israelita.

O acordo visa satisfazer as necessidades em matéria de defesa de Israel até 2029 e constitui o mais amplo pacote de ajuda militar que os Estados Unidos concederam a o outro país, sublinhou Daniel Shapiro, no domingo, num centro académico de Herzliya, a norte de Telavive.

O diplomata mencionou a estreita cooperação que os dois países mantêm em matéria antiterrorista e insistiu que Washington continua a levar muito a sério as ameaças do grupo terrorista Daesh, do movimento islamita Hamas e do movimento xiita libanês Hezbollah.

As declarações do diplomata figuram como as primeiras a serem proferidas publicamente por um funcionário norte-americano ou israelita sobre o pacote de ajuda militar em causa em várias semanas.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, tem previsto viajar no próximo dia 20 para Nova Iorque, a propósito da reunião da Assembleia-Geral das Nações Unidas.

Segundo o jornal Haaretz, se o acordo for selado antes da viagem de Netanyahu a Nova Iorque, espera-se que tenha lugar um encontro entre o primeiro-ministro israelita e o Presidente norte-americano, Barack Obama.

A assistência militar deverá alcançar os 38.000 milhões de dólares numa década - uma média de 3.800 milhões por ano -, detalha o mesmo jornal, dando conta de que, pela primeira vez, incluirá ajuda norte-americana a Israel para o desenvolvimento de sistemas de defesa antimísseis.

Como contrapartida, ainda segundo o mesmo jornal de Telavive, Israel compromete-se a não recorrer ao Congresso norte-americano de forma independente no âmbito da aplicação do acordo para solicitar ajuda adicional.

Com Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.