sicnot

Perfil

Mundo

Acordo de defesa entre Israel e EUA vai ser assinado dentro de dias

O embaixador dos Estados Unidos em Israel, Daniel Shapiro, afirmou que o acordo no domínio da defesa que os dois países negoceiam há meses vai ser assinado dentro de dias, noticia hoje a rádio pública israelita.

O acordo visa satisfazer as necessidades em matéria de defesa de Israel até 2029 e constitui o mais amplo pacote de ajuda militar que os Estados Unidos concederam a o outro país, sublinhou Daniel Shapiro, no domingo, num centro académico de Herzliya, a norte de Telavive.

O diplomata mencionou a estreita cooperação que os dois países mantêm em matéria antiterrorista e insistiu que Washington continua a levar muito a sério as ameaças do grupo terrorista Daesh, do movimento islamita Hamas e do movimento xiita libanês Hezbollah.

As declarações do diplomata figuram como as primeiras a serem proferidas publicamente por um funcionário norte-americano ou israelita sobre o pacote de ajuda militar em causa em várias semanas.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, tem previsto viajar no próximo dia 20 para Nova Iorque, a propósito da reunião da Assembleia-Geral das Nações Unidas.

Segundo o jornal Haaretz, se o acordo for selado antes da viagem de Netanyahu a Nova Iorque, espera-se que tenha lugar um encontro entre o primeiro-ministro israelita e o Presidente norte-americano, Barack Obama.

A assistência militar deverá alcançar os 38.000 milhões de dólares numa década - uma média de 3.800 milhões por ano -, detalha o mesmo jornal, dando conta de que, pela primeira vez, incluirá ajuda norte-americana a Israel para o desenvolvimento de sistemas de defesa antimísseis.

Como contrapartida, ainda segundo o mesmo jornal de Telavive, Israel compromete-se a não recorrer ao Congresso norte-americano de forma independente no âmbito da aplicação do acordo para solicitar ajuda adicional.

Com Lusa

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres.Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11

    Mundo

    Um barco de turismo naufragou na Colômbia, ontem à tarde. A bordo estavam cerca de 170 passageiros. Há pelo menos seis mortos confirmados e 28 pessoas continuam desaparecidas. O barco afundou-se ao largo de uma barragem, perante o olhar incrédulo de dezenas de pessoas.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.