sicnot

Perfil

Mundo

Áustria adia repetição das presidenciais por problemas com boletins

O Governo da Áustria anunciou esta segunda-feira que vai pedir ao Parlamento o adiamento da repetição das eleições presidenciais, prevista para 02 de outubro, devido a um defeito de fabrico dos boletins de voto.

"Vamos pedir ao Parlamento que aprove o adiamento da eleição", disse o ministro do Interior, Wofgang Sobotka.

Entre as datas possíveis para a realização da votação, o ministro referiu 27 de novembro ou 4 de dezembro.

A decisão era esperada há vários dias devido à descoberta de um "defeito de fabrico" nos boletins do voto por correspondência, muito utilizado na Áustria, que fazia com que os envelopes se abrissem por falta de cola.

"Este problema de produção não nos permite garantir que o escrutínio decorre sem falhas do ponto de vista jurídico", disse o ministro, apresentando as desculpas do Governo aos eleitores e aos candidatos.

A votação é uma repetição da segunda volta das presidenciais, realizada a 22 de maio, invalidada por irregularidades no processo de contagem dos votos por correio.

A eleição foi vencida pelo ecologista Van der Bellen com uma escassa vantagem de 31.000 votos sobre o candidato da extrema-direita Norbert Hofer, cujo partido, FPÖ, pediu a anulação do resultado.

Lusa

  • Anulado resultado das eleições presidenciais na Áustria

    Mundo

    O Tribunal Constitucional da Áustria anunciou hoje a anulação do resultado das presidenciais de maio devido a irregularidades na contagem dos votos. O ecologista Alexander Van der Bellen venceu as eleições, com 50,3 por cento dos votos, contra o candidato de extrema-direita, Norbert Hofer. Esta decisão sem precedentes, que valida o recurso interposto pelo partido FPO de Hofer, abre caminho à realização de novas eleições no outono.

  • Polícia belga deteve homem que conduzia entre a multidão em Antuérpia

    Mundo

    Foi hoje detido um homem que conduzia a alta velocidade contra uma multidão numa zona comercial de Antuérpia, na Bélgica. O suspeito já foi identificado, é francês e tinha várias armas no carro. As autoridades francesas suspeitam que o homem estava bêbedo e a tentar escapar à polícia, mas as autoridades belgas ainda não confirmaram esta versão.

    Em desenvolvimento

  • Neve corta estradas em Viseu
    2:04
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • As vantagens de comprar online
    8:03