sicnot

Perfil

Mundo

Opositor cubano Guillermo Fariñas parou greve de fome ao fim de 54 dias

O ativista cubano Guillermo Fariñas abandonou esta segunda-feira a greve de fome e sede que mantinha há 54 dias e que iniciou para exigir ao Governo de Cuba o fim da repressão contra os dissidentes, indicou o seu porta-voz, Jorge Luis Artiles.

Citado pela agência de notícias espanhola Efe, o porta-voz precisou que Fariñas pôs termo à greve a pedido do grupo que lidera, a ilegal Frente Antitotalitária Unida (Fantu), cujos membros consideraram que com a greve de fome se conseguiu que a União Europeia (UE) introduzisse no seu acordo com o Governo cubano um artigo "relacionado com o fim da violência contra a dissidência".

Esta foi a 25.ª greve de fome de Guillermo Fariñas, de 54 anos, distinguido em 2010 com o prémio Sakharov do Parlamento Europeu para a Defesa dos Direitos Humanos.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52