sicnot

Perfil

Mundo

Opositor cubano Guillermo Fariñas parou greve de fome ao fim de 54 dias

O ativista cubano Guillermo Fariñas abandonou esta segunda-feira a greve de fome e sede que mantinha há 54 dias e que iniciou para exigir ao Governo de Cuba o fim da repressão contra os dissidentes, indicou o seu porta-voz, Jorge Luis Artiles.

Citado pela agência de notícias espanhola Efe, o porta-voz precisou que Fariñas pôs termo à greve a pedido do grupo que lidera, a ilegal Frente Antitotalitária Unida (Fantu), cujos membros consideraram que com a greve de fome se conseguiu que a União Europeia (UE) introduzisse no seu acordo com o Governo cubano um artigo "relacionado com o fim da violência contra a dissidência".

Esta foi a 25.ª greve de fome de Guillermo Fariñas, de 54 anos, distinguido em 2010 com o prémio Sakharov do Parlamento Europeu para a Defesa dos Direitos Humanos.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42