sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 133 número de mortos devido a inundações na Coreia do Norte

O número de mortos na sequência das inundações que têm afetado o nordeste da Coreia do Norte subiu para 133, de acordo com um novo balanço divulgado hoje pela ONU.

Segundo as Nações Unidas, outras 395 pessoas foram dadas como desaparecidas.

Além disso, aproximadamente 170 mil foram forçadas a fugir das suas casas nas zonas ao longo do rio Tumen, de acordo com o comunicado do Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA) da ONU, que cita dados do Governo norte-coreano.

O anterior balanço facultado pela ONU, na quinta-feira, era de 60 mortos.

As pessoas na zona afetada estão a passar por "grandes dificuldades", segundo a imprensa estatal norte-coreana, e a campanha nacional de trabalho massiva lançada para impulsionar a economia foi redirecionada para assistir as vítimas das cheias.

Mais de 35.500 casas ficaram danificadas, incluindo mais de dois terços (69%) completamente destruídas, segundo a OCHA, que deu ainda conta de danos em 8.700 edifícios públicos. Aproximadamente 16.000 hectares de terras agrícolas ficaram inundados e pelo menos 140 mil pessoas precisam de ajuda urgente.

Lusa