sicnot

Perfil

Mundo

Guerra na Síria já matou mais de 300 mil pessoas

Uma jornalista corre com um rebelde para evitar os snipers do Daesh, em Alepo na Síria. (outubro de 2014)

© Jalal Al-mamo / Reuters

A guerra na Síria já fez mais de 300.000 mortos desde que começou, em março de 2011, segundo um novo balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que contabilizou quase 9.000 pessoas mortas no último mês.

Das 301.781 pessoas mortas, mais de 86.000 eram civis.

O balanço anterior desta organização não-governamental, divulgado a 8 de agosto, era de 292.817 mortos no conflito.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos tem sede em Londres e recolhe informações junto de uma vasta rede de fontes militares, civis e médicas no território sírio.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.